• Pesquisar:

Menu superior



Vias Seguras / Eventos / Dia mundial das vítimas: 16/11/2008





Dia mundial das vítimas do trânsito: 16 de Novembro 2008

Caminhada na zona sul do Rio lembra vítimas de trânsito

(Publicado na Folha Online, 16/11/2008).

Uma caminhada cívica, promovida pela organização não governamental Trânsito Amigo, celebrou neste domingo, em Copacabana (zona sul do Rio), o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito.

O evento teve como principal objetivo evitar que as "mortes registradas no trânsito virem apenas uma estatística", informou o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ), relator da Lei 11.705/08, conhecida como Lei Seca, que estabelece punição para motoristas que dirigirem depois de consumir bebida alcoólica. Ações semelhantes estão sendo realizadas em outras 39 cidades brasileiras.

Durante a caminhada, foram coletadas assinaturas que serão encaminhadas à Câmara dos Deputados e ao STF (Supremo Tribunal Federal) em apoio à Lei Seca, para que ela não seja julgada inconstitucional. "A idéia é chamar a atenção da sociedade para esse fato trágico, que acontece todos os dias e, infelizmente, ilustra as páginas dos jornais", informou o deputado.

A ONG Trânsito Amigo pretende também enviar aos prefeitos eleitos uma carta cobrando o comprometimento de todos na defesa de um trânsito mais seguro. "Que todas as autoridades municipais, estaduais e federais assumam essa responsabilidade para que o governo possa trabalhar na redução de acidentes. Porque isso é vida que você está salvando", disse o deputado.

Cerca de 36 mil pessoas, de acordo com estatísticas oficiais, morreram no ano passado no Brasil devido a acidentes de trânsito. Leal observou, porém, que o número só leva em conta as mortes registradas no local do acidente, sem contabilizar as pessoas que foram hospitalizadas e morreram horas ou dias depois. "Não contabilizam como acidente de trânsito, contabilizam como trauma".

Por isso, a estimativa do Ministério da Saúde é que o número de mortes por acidentes de trânsito ultrapasse os 50 mil por ano, englobando os óbitos registrados fora do local do sinistro.

De acordo com estudo do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), os acidentes de trânsito representam um elevado custo financeiro em torno de R$ 30 bilhões ao ano, envolvendo perdas materiais, interrupção de atividades profissionais, custos médicos de tratamento, seguros e indenizações, entre outros gastos.

A data de 16 de novembro foi instituída como Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito pela ONU (Organização das Nações Unidas), "preocupada com o número estarrecedor de acidentes que acontecem no trânsito", segundo Leal.

O deputado apresentou essa semana na Câmara o Projeto de lei de número 4.260/08 instituindo o Dia Nacional de Mobilização em Memória das Vítimas de Trânsito. A proposta é que nesse dia os órgãos responsáveis pelo trânsito no país divulguem as estatísticas reais sobre acidentes no país, além das ações em curso para reduzir as mortes no trânsito.

palavras-chave: