• Pesquisar:

Menu superior



Vias Seguras / Eventos / Lançamento da Década de Ações de Segurança no Distrito Federal





Lançamento da Década de Ações de Segurança no Distrito Federal

Convite para o lançamento da Frente Parlamentar em defesa do trânsito seguro, dia 19 de Setembro 2011.

Caros,

 

No Distrito Federal, até julho deste ano, morreram 267 pessoas no trânsito, sendo 83 pedestres, 23 ciclistas, 57 motociclistas e os 104 condutores e passageiros da nossa cidade. Uma média anual de 411 mortes.

 

Nos últimos 16 anos, morreram 6537 pessoas. E um dado impressionante é que uma grande parte das vítimas fatais, 1114, está na faixa etária entre 20 e 49 anos. Além da perda emocional das famílias, temos uma perda sócio-econômica importante.

 

Perdemos o cidadão na sua fase mais produtiva da vida.

 

Venha participar do primeiro movimento do Poder Legislativo local em favor da Década de Ações de Segurança no Transito 2011-2020, recomendada pela ONU para 150 países.

 

Após o evento, serão coletadas assinaturas para compor os diversos grupos de trabalho, que seguem recomendação do relatório da Organização Mundial da Saúde- OMS para a obtenção da meta de redução de 50% das mortes no trânsito em todo o País.

 

Os grupos de trabalho e os temas a serem discutidos serão:

 

GT 1. Gestão Local da Segurança no Trânsito

  1. Estabelecimento de um órgão gestor distrital amplo de transito e mecanismos de coordenação, com parceiros de vários setores envolvidos com a segurança no trânsito;

     

  2. Desenvolvimento de um plano distrital de metas de redução de mortes e lesões no trânsito;

     

  3. Estabelecimento de metas realistas de curto, médio e longo prazo para o plano distrital de metas de redução de mortes e lesões de trânsito;

     

  4. Assegurar financiamento suficiente para a implementação das atividades do plano.

     

GT2. Infra-estrutura viária adequada

  1. Melhoria da segurança no trânsito com foco no planejamento, desenho, construção, operação e manutenção das vias;

     

  2. Implementar melhorias na segurança da infra-estrutura viária, incluindo o entorno físico, social e econômico;

     

  3. Implantar auditorias de segurança viária;

     

GT3. Segurança dos veículos

  1. Adesão aos padrões internacionais de segurança veicular;

     

  2. Disponibilização aos consumidores informações sobre segurança veicular;

     

  3. Assegurar acordos internacionais para que todos os veículos automotores estejam equipados com cintos de segurança;

     

  1. Estimular o uso de tecnologias para evitar colisões;

     

  2. Estimular a utilização de incentivos fiscais para veículos que ofereçam altos níveis de proteção e segurança e desestimular a exportação de carros usados ou novos que tenham baixo padrão de segurança;

     

  3. Garantir investimentos em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de segurança veicular;

     

GT4. Comportamento, segurança dos usuários;

  1. Melhorar o conhecimento sobre os principais fatores de risco;

     

  2. Implementar medidas educativas e de comunicação que promovam adesão às medidas de prevenção;

     

  3. Implantação e cumprimento das normas de limites de velocidade;

     

  4. Implantação e cumprimento das normas de níveis de alcoolemia;

     

  5. Implantação e cumprimento das normas de utilização de capacetes e outros equipamentos de segurança individual;

     

GT5. Atendimento ao trauma, assistência pré-hospitalar, hospitalar e à reabilitação.

  1. Desenvolver um sistema de atenção pré-hospitalar;

     

  2. Desenvolver um sistema hospitalar para a atenção às vítimas de lesões causadas pelo trânsito;

     

  3. Implementar sistemas para assegurar o financiamento de serviços de reabilitação para as vítimas;

     

Sugestões para a construção do Plano Distrital de Metas de Redução de Mortes e Lesões de Transito

  1. Convocação de uma reunião intersetorial para nivelamento da problemática do trânsito no DF;

     

  2. Organização de um Comitê Distrital de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito com objetivo de discutir a elaboração do Plano Distrital para a Década de Ações de Segurança no Trânsito.

     

  3. Realização de uma oficina de elaboração de uma versão preliminar do Plano Nacional promovida pelo Governo do Distrito Federal e parceiros (DENATRAN, Comitê Nacional de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito, Associações de Vítimas de trânsito, comunidade em geral);

     

  4. Primeiro Seminário de Segurança no Trânsito do Distrito Federal promovido pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, com o objetivo de mobilizar os atores e subsidiar a elaboração do Plano Distrital de Metas de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.

     

palavras-chave: década, ação, segurança, trânsito, distrito federal, plano, redução, acidente