POR VIAS SEGURAS - Associação brasileira de prevenção dos acidentes de trânsito.
PARA ACESSAR O SITE ORIGINAL, CLIQUE AQUI
Imprimir

Garantia de uma resposta médica apropriada

Capítulo 3.8 do Manual "Capacetes" da OMS (2007)

Embora o foco principal de um programa de capacete seja aumentar o uso do equipamento, é importante para aqueles que planejam o programa considerarem a resposta proporcionada no caso de uma colisão de motocicleta (se o motorista estiver ou não usando um capacete). Uma resposta médica rápida e apropriada para a vítima de colisão pode prevenir morte, ou reduzir a gravidade de uma lesão. Sendo assim, aqueles que planejam um programa talvez queiram considerar primeiro a resposta de primeiros socorros que provavelmente será dada na cena da colisão, assim como a prontidão dos serviços médicos formais para lidarem com vítimas de colisões de motocicletas.

Figura 1

Primeiros socorros para vítimas de colisão em motocicletas e bicicletas

Usar uma motocicleta ou bicicleta e envolver-se em uma colisão pode resultar em lesões que põem em risco a vida – inclusive diversos ferimentos na cabeça, pescoço e costas, que também poderia levar a inconsciência e grave perda de sangue. Após a uma colisão, um atendente de primeiros socorros especializado pode fazer toda a diferença entre a sobrevivência de uma vítima de colisão e sua morte, e pode ajudar a reduzir as consequências das lesões. Imediatamente, o atendimento no local da colisão é muito importante, especialmente se os serviços de emergência estiverem ausentes ou se atrasarem, e isso pode ser encorajado de várias maneiras.

Esforços legais

Leis e regulamentações devem ser introduzidas para promoção de primeiros socorros de boa qualidade, inclusive o seguinte:

– uma lei que remova a ameaça de processo contra quem presta os primeiros socorros. Muitos países dão imunidade legal para acusações de negligência contra uma pessoa que esteja passando e que tenta, de boa fé, ajudar uma vítima (a Lei do Bom Samaritano);

– a inclusão obrigatória de conhecimento e habilidades de primeiros socorros nos requisitos para se obter uma licença ou carteira para dirigir veículos de duas rodas;

– requisito para que alguns veículos levem um estojo de primeiros socorros;

– incentivo para os fabricantes ou vendedores de veículos de duas rodas para que também ofereçam um estojo de primeiros socorros, ou que apoiem a participação do comprador em um curso de primeiros socorros.

Programas de educação em primeiros socorros

Os programas de educação em primeiros socorros devem dar conhecimento e habilidades práticas, assim como confiança em agir. Devem ensinar:

– como agir com segurança e proteger a cena, para evitar mais colisões e minimizar o risco de quem está prestando socorro;

– como chamar por ajuda, relatar a colisão e dar informação relevante;

– como fazer uma remoção de emergência de uma pessoa ferida, da cena, onde isso é necessário e for possível;

– como avaliar as condições físicas de uma pessoa ferida, verificando as funções vitais;

– como lidar com o sangramento visível, a inconsciência, problemas respiratórios, ferimentos e trauma nos ossos;

– como dar apoio psicológico às vítimas e outros que sejam afetados.

Figura 2










Resposta apropriada de primeiros socorros

pode melhorar, em muito, as conseqüências

de uma colisão em motocicleta.



Primeiros socorros específicos para vítimas de colisão em motocicleta ou bicicleta

  • Motociclistas que estão usando capacete de rosto inteiro. Um capacete integral de rosto inteiro só deve ser removido se a pessoa ferida não tiver condição de respirar. A cabeça e o pescoço da vítima deve ficar estabilizada o tempo todo.
  • Ciclistas que estão usando proteção para o crânio (equivalente aos capacetes de meia cabeça dos motociclistas). Se o rosto estiver gravemente ferido, com ameaça da respiração, a vítima deve ser sentada e inclinada para frente. A estabilização da cabeça e do pescoço ainda é essencial.
  • Vítimas vestindo roupas de couro. Ferimentos que sangram podem ficar ocultos ou disfarçados por roupas de couro. Se houver suspeita de sangramento, é preciso expor a área aplicar pressão direta.
  • Traumatismo na cabeça. Se a vítima estiver inconsciente, livrar a via respiratória, virar a vítima de lado, mantendo a cabeça, pescoço e corpo como uma unidade. Esta técnica deve ser executada com vítimas conscientes que estejam vomitando ou que tenham sofrido ferimento no rosto.
  • Queimaduras. Em uma colisão, uma pessoa presa sob uma motocicleta pode ficar queimada por calor extremo produzido pelas peças da descarga e do motor. É essencial, para todos os tipos de queimaduras, expor a ferida e refrescá-la com água corrente limpa.

Figura 3

Para ler mais, clique aqui

Para voltar ao início do manual ou para baixar o manual inteiro em formato pdf, clique aqui

palavras-chave: atendimento, médico, Acidente, moto, motociclista, ciclista, duas rodas, lesão, cabeça, traumatismo, crânio, vítima

Powered by eZ Publish™ CMS Open Source Web Content Management. Copyright © 1999-2012 eZ Systems AS (except where otherwise noted). All rights reserved.